II Encontro de Macau

Biblioteca Digital

Visite a nossa biblioteca online

Biblioteca Digital

Homenagem

Filipe de Sousa

Pianista, Compositor, Maestro, Investig

.Comunicações

.Comunicações

Consulte ou faça download da nossa newsletter

CONFERÊNCIA MACAU: UMA PONTE NA RELAÇÃO ECONÓMICA ENTRE A CHINA E OS PAÍSES DE LINGUA PORTUGUESA

CONFERÊNCIA MACAU: UMA PONTE NA RELAÇÃO ECONÓMICA ENTRE A CHINA E OS PAÍSES DE LINGUA PORTUGUESA

Com o apoio institucional da Fundação Jorge Álvares, do Instituto Internacional de Macau, da AICEP - Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal, da Câmara de Comércio Luso-Chinesa e do Instituto Brasileiro de Estudos da China e Ásia-Pacífico, numa organização da BAC – Speakers Bureau e da ALL Comunicação, decorreu no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa, no dia 21 de Fevereiro de 2017, a Conferência “Macau: uma ponte na relação económica entre a China e os Países de Língua Portuguesa”, a qual foi encerrada por Sua Excelência o Presidente da República, Prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa.

Na sessão de abertura o Presidente da Fundação Jorge Álvares considerou que Portugal pode ter um papel importante na ajuda que os chineses ainda precisam para conhecer melhor o mundo, principalmente os países africanos, e que a China tem que conhecer bem cada zona do mundo para onde vai, havendo relativamente aos Palop´s uma relação trilateral que é vantajosa para todos. O General Garcia Leandro salientou ainda que a China tem uma relação próxima com Portugal há cerca de 400 anos, a transição de Macau correu muito bem e mantém-se a continuidade, mas no caso dos investimentos chineses nos países africanos, a RPC não os conhece tão bem e é essa ajuda que Portugal pode dar e está já a resultar, sendo o objectivo da conferência trazer esse processo, que é feito a nível intergovernamental e interempresarial, para o conhecimento público.

O Conselheiro Político da Embaixada da República Popular da China referiu na sua intervenção que a China já iniciou a referida cooperação nos aspectos trilaterais, informando por outro lado que a ligação da China com os Palop´s não se tem limitado a trocas comerciais, mas que neste contexto se registou um crescimento extraordinário nos últimos anos.

No encerramento da Conferência, o Presidente da República realçou a importância deste tipo de iniciativas e a necessidade de as actualizar periodicamente, considerando que 2017 pode vir a ser um ano particularmente significativo no aprofundamento de relações entre Portugal e a China, acrescentando que a União Europeia percebe que tem a ganhar com a aproximação chinesa. Na opinião do Chefe do Estado o ano de 2017 pode vir a ser particularmente significativo no aprofundamento de relações que são seculares entre os dois povos, mas que a democracia portuguesa permitiu que fossem muito intensas entre os dois Estados, acrescentando que é preciso estudar esta nova realidade e não se deve apenas registá-la tomando conhecimento dos factos do dia-a-dia.

O Programa da Conferência:

- Palavras de Boas-Vindas do Professor Doutor Manuel Meirinho Martins, Presidente do ISCSP

- Sessão Solene de Abertura, palavras do General José Garcia Leandro, Presidente da Fundação Jorge Álvares e do Dr. Nie Quan, Conselheiro Político da Embaixada da República  Popular da China;

- Apresentação do Plano de Ação para a Cooperação, na sequência da 5ª Conferência Ministerial do Fórum para a Cooperação entre a China e os Países de Língua Portuguesa, pelo Dr. Jorge Rangel, Presidente do Instituto Internacional de Macau e Administrador da
Fundação Jorge Álvares;

- Painel “Uma Faixa, Uma Rota” e o papel de Macau na relação China – Países de Língua Portuguesa, com a moderação do Dr. Jorge Rangel, e a participação da Profª. Doutora Maria Fernanda Ilhéu, Professora do Instituto Superior de Economia e Gestão e Coordenadora da China Logus, do Professor Doutor Severino Cabral - Presidente do Instituto Brasileiro de Estudos da China e Ásia-Pacifico – IBECAP e do Professor Doutor Heitor Romana, Professor do ISCSP;

- Exportações, internacionalização e investimento na relação China – Países de Língua Portuguesa – perspectivas 2016-2018, pelo Dr. Miguel Frasquilho, Presidente da AICEP e o
Dr. José Lobato, Secretário Geral da Confederação Empresarial dos Países de Língua Portuguesa;

- Painel “Financiamento e capitalização de empresas no espaço de língua portuguesa – recursos e instrumentos”, com a moderação de André Macedo, Diretor-adjunto de Informação Económica da RTP, e a intervenção de Dr. Lingjiang Xu, Chief Representative of Fosun´s Lisbon and London Office, Dr. Pedro de Oliveira Cardoso, Chief Executive Officer, BNU,  Dr. Pedro Reis, Chief Executive Officer, BCP Capital, e Dr. Pedro Correia, Diretor de Negócio Internacional do Banco Santander Totta;

- Painel “Investimento em Infraestruturas – reduzir as distâncias, aproximar as economias e estimular o desenvolvimento sustentável”, com a moderação de Paulo Ferreira, jornalista, e a participação do Engº. António Martins da Costa, membro do Conselho de Administração Executivo da EDP, do Engº. João Faria Conceição, Administrador Executivo da REN e do
Eng. José Luís Cacho, Presidente do Porto de Sines;

A Sessão de Encerramento foi presidida por Sua Excelência o Presidente da República, Prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa, tendo ainda usado da palavra o Professor Doutor Manuel Meirinho Martins, Presidente do ISCSP e o General Garcia Leandro, Presidente da Fundação Jorge Álvares.

A Conferência teve uma grande afluência de público, e teve gratuita, mediante inscrição obrigatória sujeita à capacidade da sala.

« voltar