II Encontro de Macau

Biblioteca Digital

Visite a nossa biblioteca online

Biblioteca Digital

Homenagem

Filipe de Sousa

Pianista, Compositor, Maestro, Investig

.Comunicações

.Comunicações

Consulte ou faça download da nossa newsletter

 Instrumentos Musicais Chineses - na colecção do Museu do Centro Científico e Cultural de Macau, de Enio de Souza

Instrumentos Musicais Chineses - na colecção do Museu do Centro Científico e Cultural de Macau, de Enio de Souza

2018 - Uma edição do Instituto Internacional de Macau (colecção Suma Oriental) com o apoio do Centro Científico e Cultural de Macau, da Fundação Jorge Álvares e Fundação Macau.

“Este trabalho procede ao levantamento, caracterização e estudo dos instrumentos musicais chineses que integram, desde a sua inauguração a 30 de Novembro de 1999, a coleção do Museu do Centro Cientifico e Cultural de Macau, em Lisboa. É uma colecção datada da segunda metade do séc. XX (1970/80), relevante em termos museológicos e considerada como sendo uma mais-valia para o acervo do Museu do CCCM, sendo uma das mais completas colecções de instrumentos musicais chineses existentes em Portugal, constituída na sua maioria pelas principais espécies que integram a milenar organologia chinesa.

Refira-se que na China, paralelamente à música de corte e de carácter sagrado, a música elaborada e interpretada pelos letrados chineses atingiu grande relevância, já que, a par da caligrafia, da pintura e domínio do xadrez chinês, a música acompanha o letrado nos seus momentos de meditação e lazer, sendo que, ao contrário do que é comum no Ocidente, o trabalho artístico concebido por um letrado chinês, nomeadamente a música e a pintura, são de domínio íntimo.”

O autor, Énio de Souza, é candidato ao Doutoramento em Etnomusicologia na Universidade Nova de Lisboa, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, tendo o Mestrado em Estudos Asiáticos, pela Universidade Católica Portuguesa, a Licenciatura em História, pela Faculdade de Ciências Humanas, Universidade de Lisboa, e a frequência do 6º ano do Curso Geral de Música no Conservatório Nacional de Lisboa (Piano). Entre 1983 e 1999 viveu e trabalhou em Macau onde desempenhou funções de Diretor no Departamento de Animação Cultural do Instituto Cultural de Macau, tendo participado em projetos relacionados com a implementação de infraestruturas culturais naquele território. Presentemente é o responsável do Serviço Educativo do Museu do Centro Cientifico e Cultural de Macau, em Lisboa e, desde 2011, tem-se dedicado ao estudo e investigação da música e dos instrumentos musicais chineses, no âmbito da etnomusicologia.

« voltar