II Encontro de Macau

Biblioteca Digital

Visite a nossa biblioteca online

Biblioteca Digital

Homenagem

Filipe de Sousa

Pianista, Compositor, Maestro, Investig

.Comunicações

.Comunicações

Consulte ou faça download da nossa newsletter

Prémios de Jornalismo da Lusofonia 2018

Prémios de Jornalismo da Lusofonia 2018

Um ano depois de ter sido lançado, o Prémio de Jornalismo da Lusofonia abriu-se também a textos originais através da criação de um Prémio Ensaio.

Versando obrigatoriamente Macau, o CLUBE PORTUGUÊS DE IMPRENSA (CPI), instituição reconhecida como de utilidade pública, fundado em 1980, e o Jornal TRIBUNA DE MACAU (JTM), enquanto jornal de referência em Língua Portuguesa, que se publica em Macau, ininterruptamente, desde 1982, instituíram o Prémio Ensaio e o Prémio de Jornalismo da Lusofonia, com o alto patrocínio da FUNDAÇÃO JORGE ÁLVARES (FJA). Este ano, a iniciativa teve também o apoio do JL-Jornal de Artes, Letras e Ideias que se publica em Portugal.

O Prémio Ensaio da Lusofonia foi aberto a todos os candidatos com trabalhos originais, em língua Portuguesa, versando obrigatoriamente Macau e o seu enquadramento no espaço lusófono, em suporte papel ou digital.

O Prémio de Jornalismo da Lusofonia destinou-se a jornalistas e à Imprensa de Língua Portuguesa de todo o Mundo, também em suporte papel ou digital, devendo igualmente respeitar a Macau como tema principal.

Os Prémios, com o valor unitário de cinco mil euros, foram atribuídos por um Júri constituído por representantes do Clube Português de Imprensa, do Jornal Tribuna de Macau, do JL – Jornal de Letras, Artes e Ideias (que também se associou a esta iniciativa) e da Fundação Jorge Álvares.

O Prémio de Jornalismo da Lusofonia foi atribuído a Catarina Brites Soares pelo seu artigo Ler sem limites, artigo publicado no semanário Plataforma, que desenha uma panorâmica das leituras mais frequentes em Macau, com um levantamento de livros e autores que circulam livremente no território, incluindo alguns que, por diferentes razões, têm limites de acesso fora da RAEM.

O Prémio Ensaio foi atribuído a António Aresta perlo trabalho Miguel Torga: um poeta português em Macau, narrativa consequente sobre a visita histórica do grande poeta a Macau, com passagem por Cantão e Hong Kong.

Os Prémios foram entregues, com a presença do Presidente da Fundação, no dia 31 de Outubro, em cerimónia que teve lugar no Clube Militar de Macau, por ocasião do 36.º aniversário do Jornal Tribuna de Macau, com a presença de inúmeras personalidades de vários quadrantes sociais, entre as quais o Secretário para os Assuntos Sociais e Cultura, Alexis Tam que no seu discurso, em português, desejou votos de sucesso e garantiu envidar mais esforços para apoiar a língua portuguesa no território. 

                                                             Discurso do Presidente da FJA                Entrega simbólica do Prémio Ensaio             Entrega do Prémio de Jornalismo

 

 

 

 

 

« voltar