II Encontro de Macau

Biblioteca Digital

Visite a nossa biblioteca online

Biblioteca Digital

Homenagem

Filipe de Sousa

Pianista, Compositor, Maestro, Investig

.Comunicações

.Comunicações

Consulte ou faça download da nossa newsletter

Visita dos ex-Governadores Carlos Melancia e Garcia Leandro a Macau – Abril de 2011

Visita dos ex-Governadores Carlos Melancia e Garcia Leandro a Macau – Abril de 2011

                                                   

A convite do Chefe do Executivo da Região Administrativa Especial de Macau, Dr, Chui Sai On, deslocaram-se a Macau, de 11 a 17 de Abril de 2011, os ex-Governadores Carlos Melancia e José Eduardo Garcia Leandro.

Onze anos após a transferência da Administração Portuguesa de Macau, e após idêntico convite dirigido em 2009 ao último Governador de Macau, General Vasco Rocha Vieira, para visitar a China e Macau, os ex-Governadores, Presidente e Administrador da Fundação Jorge Álvares, tiveram neste contexto a oportunidade de contactar com a nova realidade e desenvolvimento de Macau, e com as suas principais instituições, quer governamentais quer privadas e de raiz portuguesa.

O parte geral e formal do programa foi elaborada pelo serviços competentes do Governo de Macau, tendo a restante parte do programa contado com o inestimável apoio do Cônsul-Geral de Portugal na R.A.E.M, Dr. Manuel Cansado de Carvalho, e dos seus serviços, e do Dr. Jorge Rangel, Presidente do Instituto Internacional de Macau e Curador da Fundação Jorge Álvares.

A componente formal do programa incluiu encontros com o Chefe do Executivo, Dr. Chui Sai On, com o Presidente da Assembleia Legislativa, Dr. Lau Cheok Va, e ainda com o anterior Chefe do Executivo, Dr. Edmund Ho, actual Vice-Presidente da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês, e com a anterior Presidente da Assembleia Legislativa, Eng.ª Susana Chou. Uma especial referência, ainda, para o encontro com o actual Bispo de Macau, D. José Lai.

Durante a estadia, para além de visitas turísticas, que incluíram os novos museus e locais de Macau e das Ilhas, os ex-Governadores visitaram, entre outras, a Escola Portuguesa de Macau, a Associação Promotora da Instrução dos Macaenses (APIM), a Confraria da Gastronomia Macaense, o Centro de Ciência de Macau, a Santa Casa da Misericórdia e a Casa de Portugal.

Na sua qualidade de representantes da Fundação Jorge Álvares, o Eng.º Carlos Melancia e o General José Garcia Leandro visitaram ainda a Universidade de Macau, onde foi assinado um Memorando de Entendimento com vista à criação, já no próximo ano lectivo, de Prémios Fundação Jorge Álvares, destinados a galardoar anualmente os melhores alunos das diversas Faculdades e Institutos daquela instituição de ensino superior da R.A.E.M., designadamente nas áreas do Direito e do Português.

Durante a estadia foram ainda lançadas duas obras de referência sobre Macau: “Macau nos anos da revolução portuguesa, 1974-79”, do General Garcia Leandro, uma obra que relata os seus anos de governação de Macau, e a edição da Fundação Jorge Álvares que regista as iniciativas que desenvolveu em Portugal, em 2009, com vista a assinalar o “10.º aniversário da transferência da Administração Portuguesa de Macau”.

                                                  

Ilustrando a sua opinião sobre o conjunto da visita e sobre o actual estádio de desenvolvimento de Macau, transcreve-se seguidamente o conteúdo da carta que ambos os ex-Governadores dirigiram ao Chefe do Executivo, agradecendo o convite e a estadia na Região Administrativa Especial de Macau:

“Tendo regressado a Lisboa em 20 de Abril, vimos novamente agradecer o convite que nos foi feito para visitar Macau, bem como todas as atenções de que fomos alvo por parte das Autoridades de Macau enquanto aí permanecemos.

Foi com imenso prazer e também algum orgulho que pudémos testemunhar o actual desenvolvimento de Macau e tudo quanto está a ser projectado para o futuro. Foram dias muito preenchidos e também de grande emoção em território ao qual dedicámos parte importante das nossas vidas, tendo verificado, pelas atenções recebidas, que não fomos esquecidos.

Verificámos ainda o cuidado que tem havido com a preservação e funcionamento das Instituições de raíz portuguesa que são também património da República Popular da China; este cuidado honra a R.A.E.M. e a R.P.C. e faz a diferença entre Macau e qualquer outra região do globo, tanto em termos históricos e turísticos, como em termos de convivência social.

Se o desenvolvimento de Macau já era notável em 1999, quando da Transferência da Administração, o salto dado nestes últimos 10 anos é surpreendente (quase inimaginável) e merece os nossos maiores elogios, o que tem vindo a ser reconhecido por insuspeitos especialistas mundiais.

O aumento das receitas da R.A.E.M. com a liberalização do jogo deu-lhe possibilidades de abrir horizontes não previstos em novas áreas de actividade e melhorar o nível de vida de toda a população.

Cremos que com o novo Campus Universitário em construção na Ilha da Montanha, Macau pode vir a ter um papel de relevo a nível mundial na diversificação das questões da ciência.

Acresce a tudo isto, a grande importância que Macau tem tido nas relações com os Países da Lusofonia, devido a uma visão estratégica da China e da RAEM que deve ser realçada e elogiada.

Face ao novo mundo em globalização contínua, Macau está a aproveitar do melhor modo esta possibilidade de ligação à lusofonia de que todos virão a ser beneficiados. Nesta perspectiva, Macau goza de uma posição única que está a aproveitar devidamente e com sucesso.

Julgamos também ser nosso dever registar o acompanhamento permanente e cuidadoso dos Serviços de Protocolo da RAEM, nas pessoas de D. Lurdes Maria da Luz, Ivo Chin e Diamantino Lopes, que foram inultrapassáveis.

Senhor Chefe do Executivo,

Reiterando os nossos agradecimentos, queremos transmitir-lhe que pode contar connosco, tanto a título individual, como em nome da Fundação Jorge Álvares, para um maior e melhor reforço das ligações de Portugal e Macau, se tal vier a considerar vantajoso.

Com os nosso melhores cumprimentos e desejos das maiores felicidades,

Carlos Melancia e José Eduardo Garcia Leandro”




« voltar