prémios fja 2022

missão e objectivos

A Fundação Jorge Álvares é uma pessoa colectiva de direito privado, sem fins lucrativos, dotada de personalidade jurídica, que se rege pelos seus estatutos e, em tudo o  que neles for omisso, pelas leis portuguesas aplicáveis. Foi criada em 1999, tendo sido reconhecida pelo Governo Português, em 2004, como de utilidade pública.

O objectivo que esteve na génese da sua constituição foi o de, no enquadramento da Declaração Conjunta Luso-Chinesa, suscitar e promover a cooperação entre Portugal e a Região Administrativa Especial de Macau, mantendo vivos os laços multisseculares existentes entre Portugal e a República Popular da China, de que Macau foi a manifestação mais significativa.

A Fundação desenvolve a sua actividade nas áreas cultural, educativa, científica, artística e social, promovendo igualmente acções de apoio à as instituições que se dedicam ao estudo e à divulgação de Macau, a apoiando a dinamização de actividades e iniciativas ligadas à diáspora macaense, fomentando assim um melhor conhecimento de Macau, da sua realidade e projecção futura.

A Fundação mantém uma relação privilegiada com o Centro Científico e Cultural de Macau, instituto público do Estado Português, apoiando anualmente o desenvolvimento do seu programa de actividades em tudo quanto se relaciona com os objectivos próprios da Fundação.

A Fundação integra nos seus órgãos sociais património de conhecimentos, competências e sensibilidade, de especial importância e singularidade, por aglutinar personalidades que assumiram em Macau as mais altas responsabilidades e personalidades com uma reconhecida experiência em diversificadas áreas no se que refere ao conhecimento e vivência de Macau e da China.

órgãos

A Fundação tem por órgãos um Conselho de Curadores, um Conselho de Administração, uma Direcção Executiva, um Conselho Consultivo e um Conselho Fiscal.

O Conselho de Curadores, que é composto por quinze personalidades de reconhecido mérito, integridade moral e competência, com forte ligação a Macau, onde estão integrados os ex-Governadores da administração portuguesa do Território, tem por competências principais, entre outras, garantir a manutenção dos princípios inspiradores da Fundação e definir as políticas e orientações gerais sobre seu funcionamento.

CONSELHO DE CURADORES

  • Dra. Maria Celeste Azedo Oliveira Hagatong, Presidente
  • General José Eduardo Martinho Garcia Leandro
  • Eng.º Carlos Montez Melancia
  • General Vasco Joaquim Rocha Vieira
  • Sra. D. Pansy Catilina Chin King Ho
  • Dr. Jorge Alberto da Conceição Hagedorn Rangel
  • Dr. Leonel Miranda
  • Engª. Maria Alexandra da Costa Gomes
  • Dr. Manuel Joaquim Coelho da Silva
  • Dr. Guilherme de Carvalho Negrão Valente
  • General António dos Santos Ramalho Eanes
  • Dr. Ambrose So Shu Fai
  • Embaixador José Manuel Duarte de Jesus
  • Prof. Doutor José Manuel Machado da Silva
  • Embaixador Pedro Manuel dos Reis Alves Catarino

 

O Conselho de Administração da Fundação, com mandatos de seis anos, é composto por cinco elementos, assegurando a prossecução dos seus objectivos, definindo a sua organização interna, administrando o seu património e, entre outras competências próprias ligadas ao normal funcionamento da Fundação, elaborando os planos anual e plurianual de actividades.

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO    

  Drª.Maria Celeste Hagatong, Presidente

  Engª.Maria Alexandra Gomes

  Dr. Manuel Joaquim Coelho da Silva    
  Profª. Doutora Fernanda Ilhéu
  Dr.Mário Gomes Abreu

 

A Direcção Executiva é composta por dois elementos – o Presidente do Conselho de Administração e um elemento designado pelo Conselho de Administração – competindo-lhe a gestão corrente dos assuntos da Fundação e a execução de todos os assuntos que lhe sejam atribuídos pelo Conselho de Administração no exercício das suas competências próprias.

DIRECÇÃO EXECUTIVA

  Drª. Maria Celeste Hagatong

  Drª. Maria Teresa do Amaral da Silva Sanches 

 

O Conselho Fiscal, com as competências próprias de um órgão desta natureza, é composto por três membros, designados pelo Conselho de Curadores, sendo um deles Revisor Oficial de Contas.

CONSELHO FISCAL

  • Dr. Leonel Miranda, Presidente
  • Dr. Pedro Cardoso
  • “BDO & Associados – Sociedade de Revisores Oficiais de Contas”, Dr. Pedro Aleixo Dias

 

O Conselho Consultivo, ao qual compete apresentar sugestões e recomendações quanto ao melhor cumprimento dos fins da Fundação e emitir pareceres sobre as actividades e projectos da mesma, é composto por até dezoito personalidades de reconhecido mérito representantes dos sectores empresarial, cultural, científico e artístico de Macau e de Portugal, designados pelo Conselho de Curadores.

CONSELHO CONSULTIVO

  • Dr. Jorge Hagedorn Rangel, Presidente
  • Eng.º Álvaro Augusto da Rosa
  • Dr. António Manuel Macedo de Almeida
  • Dr. António Rossano de Jesus Monteiro
  • Prof. Doutor Heitor Barras Romana
  • Dr. Jorge Valente
  • Dr. José Gonçalo Basto da Silva
  • Dra. Maria Edite da Silva
  • Dra. Maria José Pereira Melo Antunes
  • Dra. Maria Margarida Lobo da Conceição Madaleno
  • Prof. Doutor Mário Vieira de Carvalho
  • Dr. Pedro Cardoso
  • Dr. Pedro Roberto Xavier
  • Dr. Rodrigo Brum
  • Prof. Doutor Rui Paulo da Silva Martins
  • Profª. Wang Suoying
  • Prof. Yao Jin Ming
  • Senhor Y Ping Chow
  • Dr. Rui Soares Santos

Conselheiro Emérito: Prof. Dr. Narana Coissoró

MAPA DO SITE

Chinese (Simplified)PortugueseEnglish